Você me encontra também no Facebook e no Twitter

11 de abril de 2008

A CASA CAIU




Parece que o Rei de Pasárgada ficou de saco cheio do amigo que se aproveitava da esbórnia real, e resolveu mandar o cara rodar.
E o fulano que dormiu na corte, acordou na cana.

Até lá em Pasárgada há um limite, um código. "Pode comer a mulher que quiser, mas a Rainha não."
Eu sempre acho que quando um graúdo cai é porque houve quebra de pacto na quadrilha. Alguém ficou insatisfeito com o racha e disse, "ah é? então vou tampar uma empada de merda no ventilador".

Eu daria outro nome pra operação: "Ponta do Iceberg".
Pode procurar que vai achar muito mais. Aquela grana encontrada é um troco. É um dinheirinho pras despesas correntes, como se diz na contabilidade.

Mas pro povão, ver aquela pilha de dinheiro foi a imagem mais chocante. O povo que sua pra ganhar 415 real fica muito puto de ver tanta grana levada no mole. Porém, aí reside uma grande injustiça. Desviar dinheiro público não é fácil! Dá muito trabalho e exige esforço e competência.

Senão, vejamos.
Não há no governo, em qualquer nível, um cofre com dinheiro de onde o chefe corrupto tira o seu. É preciso montar uma engenhoca contábil que envolve gente de vários níveis da administração, empresários, gerentes de banco, publicitários, laranjas e outras frutas.

Na verdade, a Polícia Federal não veio investigar o Bejani. Veio desmontar um esquema de fraude no Fundo de Participação dos Municípios e por acidente achou uma pilha de dinheiro, veículos e armas. Esperamos que voltem em breve para continuar a limpeza: tem as mansões no recanto dos Lagos, no Aeroporto e em Angra; tem lanchas, tem a fazenda de Ewbanck e - diz a lenda - um quarto cheio de dinheiro que estava sendo guardado pras campanhas deste ano.

A verdade dói. E doeu na cidade.
Juiz de Fora está machucada na sua honra. Afinal, ele foi levado ao poder pelo voto da maioria, particularmente da gente mais pobre.

O "cachorro tá morto" e tem urubu de olho na carniça. É hora de ficar esperto. Tem aspirante ao trono que vai chutar o dito cujo, vai posar de salvador da pátria, mas é farinha do mesmo saco!

Olho vivo!!





ALGUÉM PEIDOU, QUEM FUI?

Pra ninguém dizer que agora todo mundo virou as costas pro cara, eu vou ajudar - sem ônus e sem participação nos lucros - inventando algumas desculpas esfarrapadas que ele pode usar pra satisfazer a curiosidade pública. Não sei se serão bem recebidas nos tribunais, mas vale a intenção.
Vamos lá:

1. Que grana eram aqueles 1.200.000?

resposta - Eu venho economizando e guardando um pouquinho cada mês. A Vanessa me ajuda nas despesas.

2. Pra quê tantos veículos?

resposta - Meus amigos não têm garagem em casa e eu deixo eles guardarem aqui.

3. Como o senhor conseguiu fazer um patrimônio tão grande com salário de prefeito?

resposta - Recebi uma herança do meu tio, o Palhaço Carequinha.

4. De quem era a arma de uso exclusivo das forças armadas?

resposta - Como chefe supremo da Guarda Municipal eu achei que tinha direito a ter uma.

5. O senhor está envolvido no desvio de recursos do Fundo de Participação dos Municípios?

resposta - Sim. Porém, o povo tem que entender que um desvio não é roubo. Por exemplo, se eu vou pra uma cidade e a estrada está interditada, eu tenho que pegar um desvio, mas acabo chegando ao meu destino.

6. O senhor vai renunciar?

resposta - Jamais. Eu preciso da receita desse restinho de mandato pra pagar os advogados que vão cuidar da minha defesa.

7. O que tem a dizer aos que pedem seu impeachment?

resposta - Eu quero apenas mandar um recado à bancada governista: galera, o quarto aqui no presídio é grande.

Mandem mais perguntas e terei prazer em responder a todas.