Você me encontra também no Facebook e no Twitter

26 de outubro de 2008

PERDAS E DANOS



Ao que tudo indica a classe média não foi pegar uma praia em Cabo Frio neste feriado. Parece, outrossim, que a rapaziada do PT é que esticou em Ibitipoca e não voltou a tempo.

O resultado não chegou a ser uma surpresa.
Como todo bom juizforano resta torcer para que Custódio consiga cumprir seu "programa de governo" e fazer dessa cidade um lugar melhor.
Acabou a campanha e de adversários devemos passar a colaboradores vigilantes.

No meu atual estágio de desenvolvimento espiritual não gosto de satanizar o adversário. Porém, sem querer ser um mau perdedor - até porque vitória e derrota nesse momento são condições relativas - acho que algumas coisas têm que ser ditas.

1. Mais uma vez a cidade está dividida (na última eleição Bejani ganhou com 1% de vantagem). A diferença de 3% dos votos válidos mostra que o vencedor não se afirma como liderança absoluta. Não foi um chocolate. Foi apertado. Isso tem que ser bem entendido por todos.

2. Custódio merece, mas foi uma vitória determinada pelo poder econômico e pelo preconceito difundido através de peças condenáveis de campanha.

3. No fim das contas, acho que a Margarida foi uma grande vitoriosa. Veio desconhecida, saiu com um saldo de 138 mil eleitores e está habilitada para os próximos pleitos. Fez uma campanha limpa - muito acima da média - em todos os sentidos e mostrou que esse caminho é possível. Isso é uma vitória!

E a vida segue, bola pra frente porque o Flamengo está no G4 e é isso que importa.